Influência no Twitter

Nesta semana, o New York Times (clique aqui para ler) publicou uma matéria revelando que entre as dez pessoas mais influentes do Twitter, no mundo, estão o apresentador Luciano Huck e o comediante Rafinha Bastos – ambos brasileiros.

Diz o jornal que não causa surpresa que tais nomes “não familares” estejam entre os mais influentes, considerando que, ao lado dos Estados Unidos, Canadá e Inglaterra, o Brasil é um dos países em que o microblog possui os mais altos índices de popularidade.

Para chegar aos nomes dos dez mais influentes no Twitter, o New York Times recorreu ao Twitalyzer: uma firma de pesquisa independente  que conta o número de vezes que o nome da pessoa é mencionada por outros usuários, incluindo retweets, criando um  Índice de Influência. A idéia do Índice de Influência não seria simplesmente mensurar o quanto a pessoa está “falando” no Twitter, mas o quanto outros usuários são afetados por aquela comunicação. Assim, embora Rafinha Bastos nem apareça entre as dez pessoas com maior número de seguidores, é o primeiro da lista quando se trata de influência, batendo de longe Lady Gaga, campeã mundial de seguidores.

Como diz um dos fundadores do Twitter, Evan Williams, alguém pode ter milhões de seguidores, mas não postar com frequência, enquanto outro, com apenas dezenas de seguidores, pode ser um postador frequente, cujas mensagens são amplificadas por outros usuários.

Vale lembrar que o Twitalyzer já existe há algum tempo e que não é a primeira vez que um brasileiro aparece entre os mais influentes. Em ranking divulgado em abril de 2010 (clique aqui para ver), por exemplo, o primeiro lugar era de Paulo Coelho.



O Twitalyzer possui uma página na internet que permite a qualquer mortal calcular seu próprio impacto no twitter.  O índice combina influência, número de seguidores e frequência de mensagens escritas. É o simpático robozinho azul acima que conduz as buscas.

Mas o Twitalyzer não é a única ferramenta na internet que permite medir desempenho no Twitter. O PeerIndex , o Klout e o TweetLevel também fazem propostas semelhantes. Cada um possui um ranking diferente e, nestes, brasileiros não aparecem tanto.

Se ficou curioso e quer saber a quantas anda sua influência no twitter, clique aqui. Quando a página abrir, coloque seu nome do Twitter no campo reservado para buscas – ou o nome que quer bisbilhotar , e dê enter.

Boa sorte!


Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s